segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Obama no mar da ineficiência

Obama não conseguiu. Aquela mosca que falei no meu primeiro post aqui do blog passou. E ele não matou outras. Infelizmente Barack Obama segue dois anos de governo sem ter concluido o que havia proposto. Sim nós podemos. Mas nós podemos o quê?
Fica claro que Obama não tinha um plano de governo, ele apenas conseguiu um mandato de senador por pura sorte e o de presidente mais ainda. Um afro-descendente na presidência não serve apenas de orgulho para o menino negro na escola repensar seu futuro nos EUA. A comunidade negra americana continua excluída da vida social naquele país. Não há um projeto de rehabilitação da imagem do negro na sociedade ianque, apenas uma consciência mais tranquila dos brancos dominantes de que elegeram um presidente afro-americano. Ora Obama não reergueu o país da depressão, pois o mercado econômico tomou conta disso, o mercado teve papel na reconstrução econômica dos EUA. Obama apenas estatizou algumas empresas e com isso adquiriu dívidas que nem sabe se vai conseguir liquidar. Obama que usava de um marketing de esquerdista profundo, reformador social e político, apenas estagnou como centrista conservador. Está com dificuldades extremas pra lidar com o desenlace das tensões na Africa e no Oriente Médio. Apóia o fim de alguns governos que não considera mais estratégicos, apoia derrubada de poder em alguns países tidos como calcanhar de aquiles do Império Norte Americano, como o Irã.
Não se sustenta mais com o discurso do Yes We Can e agora fará o que pra se reeleger? Tem que torcer muito pra economia progredir a passos largos, o Oriente Médio se acalmar e não haver nenhum desastre global nesses dois anos que lhe restam. Para Obama a melhor frase é Sorte, Nós Temos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário