domingo, 9 de maio de 2010

Drama grego

Um fantasma ronda a Europa. Parafraseando Marx, vemos novidade chegando ao velho continente. Mas não a esperada pelo filósofo alemão. Um problema econômico, de certa forma como ele previu em suas teses. A Grécia dá sinais de cansaço em sua economia, sinais de que algo errado ocorreu lá. Má gestão do dinheiro público, falta de investimento no país, etc..
Qual a solução? Arrochar o povo? Cortar salários? Aumentar impostos? Congelar aposentadorias? Certamente não. E por quê? Ora qual a base do sistema capitalista? Consumo. Como consumir em um país quebrado, onde a população não tem emprego nem vistas de um, e quem tem, com o pouco salário que tem não pensaria nesse momento em comprar e sim em se sustentar junto com sua família? Como o comércio irá pagar para o governo sem consumistas? Como novos comerciantes irão investir no país com impostos mais altos? Como gerar emprego se não há dinheiro para pagar empregados? Como o governo pretende pagar esse empréstimo do FMI e da União Européia se não arrecadar? Será a melhor solução apertar a sociedade e esta não gerar lucro pro governo grego para este então pagar suas dívidas?
Ora a Europa está preocupada em não desvalorizar o Euro, e não se preocupou com a Grécia especificamente, e sim no contágio que ela pode passar para Portugal, Espanha, Irlanda, etc... Mas esses outros países irão tomar as mesmas atitudes erradas e a Europa irá emprestar para salvar suas economias. É tudo um circulo vicioso para sustentar a economia européia emprestando por emprestar sem saber se vão receber de volta e se isso irá salvar a Europa, quanto mais os países em crise. Ora não é preciso ser economista pra saber que arrocho na população não gera lucro pro capitalismo e muito menos pro governo saldar sua dívida, ou seja, o governo local fale, o sistema Europeu fale, e o mundo copia essa crise.
Ora cadê o arrocho nas contas pública desses governos? Por que quando Nicolas Sarkozy pós crise 2009 veio à TV falar e defender um "novo sistema capitalista" não continuou com sua idéia? Faltou interesse, apoio, eco? Pois é os bons economistas alertaram já sobre as crises pós crise que abalou o mundo em 2009, mas nada foi feito, parecendo até que foi mesmo uma marolinha. Pois o que importa para os grandes empresários é o lucro, somente o lucro, o amanhã não importa pois esse também será de ... lucro.
Não é apologia a Marx e seu Socialismo, mas já está na hora desses governantes das ditas nações mais ricas começarem a repensar o capitalismo como modelo econômico e dar novos rumos para os países e para a própria população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário